Blog comprometido com as mais diversas lutas sociais do planeta, particularmente, o que diz respeito a luta pelo socialismo, a ampliação do uso dos software livre Gnu/Linux na busca pela expansão de nossa inteligência coletiva e da cultura livre, além da batalha pela melhoria das condições de vida da população brasileira, sobretudo, do povo negro.

sábado, 7 de novembro de 2009

Exposição: Mulher NEGRA Mulher

Exposição: Mulher Negra Mulher
Data: 07 a 29 de novembro
Galeria – SESC de Ramos
Rua Teixeira Franco, nº 38 - Ramos
Terça a sexta, das 9h às 18h
Sábados, domingos e feriados, das 8h às 17h
Coquetel de abertura: dia 07 de novembro,
às 14h, com apresentações artísticas de música e dança.

Descrição:

A junção das datas 20 de novembro – Dia Nacional da Consciência Negra[1] – e 25 de novembro – Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher[2] – dá a base ideológica para que o Cenógrafo Flávio Rocha e o Fotógrafo Ernane Pinho desenvolvam a exposição fotográfica “Mulher NEGRA Mulher”, através de seu olhar e de sua realidade.
A exposição traz as mais diversas representações femininas, com a sensibilidade de seu dia a dia, com seu colorido, com seu preto e seu branco, focando personalidades do mundo acadêmico, artístico, literário, esportivo, político, liderança comunitária entre outros. Mulheres, enfim.

A exposição traz também telas dos artistas plásticos Nilza Rocha e Almir Horáccio, esculturas de Fátima do Rosário e um Jardim das Iyabás da Lucia Nascimento.

As mulheres homenageadas responderam a uma pergunta: O que é ser uma “Mulher NEGRA Mulher?” que foi gravada em áudio, se prestando a sonorização do ambiente de exposição.
Haverá um nicho com objetos femininos para que o público visitante possa se enfeitar, caso queiram, e se auto fotografar através de uma máquina fotográfica disponível, dando o seu tom interativo. Posteriormente as fotografias alimentarão diariamente um Blog da exposição na internet.
Em torno da exposição transitarão durante o mês de novembro performances artísticas, exibições de vídeo e debates acerca do tema.

[1] 20 de novembro - Dia Nacional da Consciência Negra

*Dia de denúncia, protesto e resistência, em memória do martírio e morte de Zumbi dos Palmares, no ano de 1695. Protesto conta a ideologia da democracia racial. Resistência, que está no espírito de Zumbi e presente na esperança do povo negro.**
A lei N.º 10.639, de 9 de janeiro de 2003, incluiu o dia 20 de novembro no calendário escolar, data em que comemoramos o Dia Nacional da Consciência Negra. A mesma lei também tornou obrigatório o ensino sobre História e Cultura Afro-Brasileira. Com isso, professores devem inserir em seus programas aulas sobre os seguintes temas: História da África e dos africanos, luta dos negros no Brasil, cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional.*

[2] 25 de novembro - Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher

*Um dia para lembrar, protestar e mobilizar-se contra a violência à mulher.
Definido no I Encontro Feminista Latino-Americano e do Caribe, realizado em 1981, em Bogotá, Colômbia, o 25 de Novembro é o Dia Internacional da Não-Violência contra a Mulher. A data foi escolhida para lembrar as irmãs Mirabal (Pátria, Minerva e Maria Teresa), assassinadas pela ditadura de Leônidas Trujillo na República Dominicana. Em 25 de novembro de 1991, foi iniciada a Campanha Mundial pelos Direitos Humanos das Mulheres, sob a coordenação do Centro de Liderança Global da Mulher, que propôs os 16 Dias de Ativismo contra a Violência contra as Mulheres, que começam em 25 de novembro e encerram-se no dia 10 de dezembro, aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, proclamada em 1948. Em março de 1999, o dia 25 de novembro foi reconhecido pelas Nações Unidas (ONU) como o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher.

Maiores informações:
Flávio Rocha
/ /
ERNANE PINHO
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 2.5 Brazil License.