Blog comprometido com as mais diversas lutas sociais do planeta, particularmente, o que diz respeito a luta pelo socialismo, a ampliação do uso dos software livre Gnu/Linux na busca pela expansão de nossa inteligência coletiva e da cultura livre, além da batalha pela melhoria das condições de vida da população brasileira, sobretudo, do povo negro.

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Mais uma denúncia de racismo: Empresário acusado de racismo em Sorocaba, São Paulo

Fonte: cenbrasil

SÃO PAULO - Uma cabeleireira de Sorocaba, a 97 km de São Paulo, foi vítima de preconceito racial após uma briga de trânsito envolvendo um empresário e um idoso, nesta terça-feira. Tudo começou com um acidente em uma esquina próxima ao salão de beleza onde a vítima trabalha. Um idoso bateu o carro na traseira do veículo dirigido pelo empresário e os motoristas e ambos começaram a discutir. A cabeleireira foi interceder e acabou sendo ofendida.

Os xingamentos teriam partido do empresário. À reportagem da TV Tem, afiliada da TV Globo na região, a cabeleireria contou que só interferiu por que percebeu que o idoso estava sendo atacado. No boletim de ocorrência, a vítima disse ter sido chamada de "negra imunda" e "macaca" pelo acusado.

Quando vi aquilo, fui logo interferir. Disse que ele não podia fazer aquilo. Ele foi logo falando: 'sua negra imunda, saia daqui, sua macaca' - diz a cabeleireira Vera Maria da Silva.

Policiais militares que faziam ronda na região perceberam a confusão e pararam. O empresário de Sorocaba foi preso em flagrante por injúria qualificada. Segundo o delegado José Antonio Bellotti, o crime é inafiançável. Essa foi a primeira prisão por racismo este ano na cidade.

O advogado do acusado entrou com um habeas corpus, que foi aceito pela Justiça de Sorocaba. O empresário deve deixar o Centro de Detenção Provisória (CDP) da cidade nas próximas horas.
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 2.5 Brazil License.