Blog comprometido com as mais diversas lutas sociais do planeta, particularmente, o que diz respeito a luta pelo socialismo, a ampliação do uso dos software livre Gnu/Linux na busca pela expansão de nossa inteligência coletiva e da cultura livre, além da batalha pela melhoria das condições de vida da população brasileira, sobretudo, do povo negro.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

CUT-RJ realiza a 2ª Caminhada Noturna do 13 de Maio

A CUT-RJ está promovendo pelo segundo ano consecutivo a Caminha Noturna do dia 13 de Maio, na zona portuária do Rio. Neste dia, no ano de 1888, foi assinada a Lei Áurea pela princesa Isabel, pondo fim, pelo menos oficialmente, à escravidão. A caminhada começará no Cais do Valongo (Praça Barão de Tefé), às 17h, e segue até o Instituto Pretos Novos (IPN), onde será servido um saboroso caldinho de feijão.
A zona portuária e o povo negro
A Zona Portuária (Gamboa, Saúde, Harmonia, Cia Docas – Av. Rodrigues Alves) basicamente foi uma região que recebeu grande contingente de africanas(os) que foram trazidos para o Brasil para serem escravizados. Após a abolição da escravatura, os escravos e escravas subiram o morro, entre eles o da Providência, tornando-se as “favelas” verdadeiros quilombos modernos.
Esta região receberá muitos investimentos por causa dos grandes eventos internacionais que passarão pelo Rio de Janeiro (Copa de 2014 e Olimpíadas de 2016). Uma das preocupações da CUT-RJ gira em torno do retrato do Brasil que será revelado internacionalmente. Esta região foi inicialmente e historicamente povoada por negros.  Lembramos a recente descoberta do Cais do Valongo, o Instituto Pretos Novos (IPN), o Centro Cultural José Bonifácio, a existência e permanência do Quilombo Pedra Do Sal e de vários trapiches e depósitos de negras(os) que registram e marcam a forte presença de africana em nosso país.
Considerando estes fatos, a CUT-RJ realizará a 2ª Caminhada Noturna do 13 de Maio para chamar atenção para a presença dos africanos e afrodescendentes na construção desta nação, constituindo-se como o maior contingente de trabalhadoras e trabalhadores que fizeram o Brasil. Assim buscamos garantir que esta presença seja respeitada e consolidada, hoje no século XXI.
Queremos neste ato comprometer os governos municipal, estadual e federal e as empresas envolvidas nos grandes eventos internacionais a observar e garantir de forma igualitária que trabalhadoras negras e trabalhadores negros também sejam beneficiados com a geração de emprego e renda e acesso a habitação, além da garantia de que a memória da presença negra no Rio seja preservada com a restauração dos monumentos que marcam esta história.
Anote na agenda:
2ª Caminhada Noturna do 13 de Maio
Horário: 17h
Local: do Cais do Valongo (Praça Barão de Tefé) até o Instituto Pretos Novos (IPN)
Realização: Secretaria de Combate ao Racismo da CUT-RJ
Fonte: Imprensa CUT-RJ, com informações da Secretaria de Combate ao Racismo da CUT-RJ.
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 2.5 Brazil License.