Blog comprometido com as mais diversas lutas sociais do planeta, particularmente, o que diz respeito a luta pelo socialismo, a ampliação do uso dos software livre Gnu/Linux na busca pela expansão de nossa inteligência coletiva e da cultura livre, além da batalha pela melhoria das condições de vida da população brasileira, sobretudo, do povo negro.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Ministra pede que MP do Rio tome providências no caso do BBB 12

 Fonte: odia

Rio - A ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Iriny Lopes, encaminhou na tarde desta segunda-feira um ofício ao Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro pedindo “providências” contra o suposto abuso sexual no programa Big Brother Brasil (BBB12). Em nota, a Secretaria afirma que o ofício foi elaborado “com base em demandas encaminhadas por cidadãs de várias cidades brasileiras à Ouvidoria da SPM, pedindo providências”.

Ela também decidiu se posicionar a respeito do episódio envolvendo dois participantes do Big Brother Brasil 12, Daniel e Monique. Após um vídeo polêmico protagonizado pelos dois, Daniel foi acusado de estupro e um registro de ocorrência foi aberto na 32ª DP  (Taquara). A Secretaria também se informou sobre a mobilização da Polícia Civil do Rio de Janeiro em torno do caso.
Foto: Divulgação
Sister diz que não lembra se fez sexo com Daniel após a festa | foto: Divulgação
Na tarde desta segunda-feira, policiais se dirigiram ao Projac para ouvir os envolvidos. O suposto abuso teria ocorrido após a primeira festa da casa, já na madrugada de domingo. Antes, na comemoração, Monique e Daniel começaram a flertar, mas sem nenhum contato mais íntimo. Porém, mais tarde, os dois são filmados deitados na mesma cama.

Eles trocam alguns beijos, mas, em seguida, Monique aparentemente dorme. Enquanto ela fica estática, Daniel segue com movimentos embaixo do edredom. Quando outro brother entra no quarto, ele para. Outra cena mostra Monique de pernas abertas, mas imóvel, e Daniel supostamente fazendo carícias em suas partes íntimas.
 
No dia seguinte, sem se lembrar do ocorrido, Monique foi chamada ao confessionário. Mas antes, dá um beijo de bom dia no brother e diz que “nunca mais vai beber com ele”. Confusa, ela questiona Daniel sobre o que realmente aconteceu durante e após a festa. Ele afirma: “Passei a mão” e dei “dois beijinhos”. Na noite de domingo, a edição do programa mostrou rapidamente a imagem e Pedro Bial brincou: “O amor é lindo”.

Em um áudio que vazou nesta segunda-feira na Internet, a sister afirma que não lembra de ter feito sexo com Daniel após a festa que aconteceu na madrugada de sábado.

A sister diz apenas que trocou carícias com o companheiro de confinamento e que depois disso "apagou". "Só se ele tivesse a capacidade de ter feito sexo comigo dormindo. Eu não me lembro nada de sexo. Só mão naquilo e aquilo na mão, eu ficando com muito tesão, mas pedindo pra ele sair e o Rafa chegando, mas sexo não. Só se ele for muito mau caráter pra fazer isso comigo, comigo dormindo", afirmou Monique.
Internautas denunciaram suposto estupro

Desde o último domingo, internautas estão acusando Daniel de ter bolinado ou até estuprado Monique após a festa de sábado. A hashtag #DANIELexpulso e os nomes dos BBBs chegaram no topo dos Trending Topics. No vídeo, o brother aparece deitado com a gaúcha e se mexendo muito embaixo do edredon. Ela, porém, estaria dormindo pesado depois de beber muito.

Para a mãe de Monique, Claudia Amin, a filha estava realmente dormindo. "Estou perplexa com o que aconteceu, porque com certeza minha filha tava dormindo", disse ao Dia Online.

À tarde, a loura conversou com Analice sobre o assunto. “Me chamaram no confessionário pra perguntar se rolou algo embaixo do edredon e eu sei que não fiz”, contou Monique no jardim para a mineira. E continuou: “Se era pra eu ter beijado, era pra ter beijado aqui (no jardim). Beijar na cama fica uma coisa esquisita.”

Depois a gaúcha foi conversar com Daniel, para tentar entender o que aconteceu. Ele falou que rolaram beijos e “passa a mão”. “Como me chamaram (no confessionário) pensei ‘será que fiz alguma coisa que não me lembro’?”, replicou a loura.

Procurado, Boninho falou que não rolou estupro. Diretor do reality show, ele convocou a sister para uma conversa. "Ela não confirmou que teve sexo e disse que tudo o que aconteceu foi consensual", afirmou Boninho ao blog.

"Não dá para garantir que houve sexo, muito menos estupro. Eles estavam debaixo do edredon e de lado. Mas o mais importante é que ela [Monique] estava consciente de tudo. Ela me disse que na hora que o clima esquentou pediu para ele [Daniel] sair da cama", completou Boninho.

Na manhã de sábado, Mayara reclamou com Analice, Fael, João Carvalho e Rafa, que o carioca teria abusado dela enquanto dividiam a mesma cama. "Ele falou pra mim 'te bolinei durante a noite, né? Foi mal'. Eu que não vou mais dormir com ele".
As informações são da repórter Priscilla Borges, do iG Brasília
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 2.5 Brazil License.