Blog comprometido com as mais diversas lutas sociais do planeta, particularmente, o que diz respeito a luta pelo socialismo, a ampliação do uso dos software livre Gnu/Linux na busca pela expansão de nossa inteligência coletiva e da cultura livre, além da batalha pela melhoria das condições de vida da população brasileira, sobretudo, do povo negro.

domingo, 23 de setembro de 2012

PT: um refém da "pequena política"

Por Sergio J Dias
O PT paga por sua História. Leonel Brizola dizia: "O PT é a UDN de tamanco e macacão". A verdade é que o PT sempre se arvorou como bastião da moralidade. Em qualquer caso de suspeita de corrupção lá estavam José Dirceu e seus discípulos a esbravejar e pedir a prisão dos acusados. Como uma ranheta udenista de esquerda, se é que é possível, o PT vociferava impropérios, esquecendo de que quem é pedra hoje, pode se tornar telhado amanhã. Quantos, o partido levou para a guilhotina?! No filme "Danton, O Processo da Revolução", de Andrzej Wadja,  depois de usar o tribunal revolucionário para abater seus adversários, chega a vez de um dos maiores líderes da Revolução Francesa. Danton, invejado por Robespierre, temido por sua popularidade e crítico das ações do governo passa a ser a próxima vítima de um processo de conspiração que tem como fim a sua morte. Preso e julgado pelas leis de exceção vigentes à época é condenado sumariamente à guilhotina. Seus inimigos exultam diante de seu fito, mas desconheciam que iriam ter o mesmo destino logo a seguir. Triste não compreendermos isto hoje, entretanto, o velho Leonel Brizola já dizia que PT ainda pagaria um alto preço por se mostrar acima do bem e do mal. 
Neste fim de semana, assisti a uma entrevista do já saudoso Carlos Nelson Coutinho. Nele, o professor falava sobre a diferença entre a "grande política" e a "pequena política", em Gramsci, entre outros assuntos. Dizia ele, que a "grande política" se ocupa dos grandes temas nacionais e das alternativas existentes numa democracia, já a "pequena política" fica restrita à questões menores, sem importância para o conjunto da sociedade. Neste caso, a corrupção cabe bem como um aspecto da "pequena política". Afirmava ainda o brilhante mestre que na conjuntura atual estamos mais voltados para a "pequena política", que é utilizada pela grande imprensa para encobrir os grandes temas nacionais.
Não há como negar que o Partido dos Trabalhadores cresceu usando este artifício, usou e abusou da "pequena política", e agora, ameaçados pela guihotina seus dirigentes tentam salvar seus pescoços. Ingenuidade deles, pois todos aqueles que algum dia sofreram com suas ações, neste momento rangem seus dentes, inflamam seus pulmões e cobram do PT a honestidade que um dia o partido tanto pregou. Arautos da moralidade, agora visto como lordes da hipocrisia. Nada de novo acontece, apenas mais um round da "pequena política". Só que agora os que estão nas manchetes dos grandes jornais serão aqueles que algum dia foram acusadores, e que, neste interím, tornaram-se réus.
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 2.5 Brazil License.