Blog comprometido com as mais diversas lutas sociais do planeta, particularmente, o que diz respeito a luta pelo socialismo, a ampliação do uso dos software livre Gnu/Linux na busca pela expansão de nossa inteligência coletiva e da cultura livre, além da batalha pela melhoria das condições de vida da população brasileira, sobretudo, do povo negro.

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Richard Stallman reune-se com Assange para defender Snowden!


O ativista e fundador do movimento software livre, Richard Stallman, reuniu-se com o fundador da Wikeleaks, Julian Assange, que permanece “preso” na embaixada do Equador em Londres (Reino Unido). Ambos, de certa forma, procuram a liberdade para o ser humano e por esse motivo juntaram-se para apoiar Edward Snowden.


Stallman, que dá muitas conferências pelo mundo fora defendendo o software livre e denegrindo o software proprietário de empresas como Microsoft, apareceu numa fotografia publicada pela Wikileaks junto a Julian Assange, com ambos a segurarem numa fotografia do ex-técnico da NSA (Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos da América), Edward Snowden. Essa fotografia que eles seguram está editada com as cores do slogan “Yes, we can” (“sim, nós podemos!” em português) utilizada na campanha para as presidenciais de Barack Obama em 2008.

A simbologia desta fotografia é única! Primeiro porque tem dois ativistas que são um marco da humanidade que ficará para a história, em que Stallman sempre foi defensor de políticas abertas para evitar a situação atual de controlo das vidas das pessoas por parte dos governos e Assange iniciou um enorme movimento de clarificação da realidade dessas políticas que existem atualmente. Em segundo lugar, ambos a defenderem alguém que deixou a sua vida bastante boa monetariamente e até hierárquica onde ele próprio disse que podia aceder aos dados de qualquer pessoa, em prol da defesa da privacidade da pessoa humana. E em terceiro lugar a fotografia ao ter as cores do slogan da campanha eleitoral de Barack Obama é simplesmente perfeito: Barack Obama, por ser negro lutou quase contra todos e venceu, com um slogan de liberdade, de capacidade de se alcançar o que se quiser.
Esta reunião teve o objetivo claro de defender Edward Snowden, depois de este ter mostrado que a Microsoft (por exemplo!) deu acesso completo à NSA para acederem aos dados dos milhões de utilizadores que ela detém. Isto é um exemplo claro e central do que o Stallman tem vindo a defender. Por outro lado, esta é a continuação do “processo de destapar” todas as coisas más que o mundo político tem feito, principalmente norte americano, que Assange iniciou.

Foi portanto uma reunião perfeita que iniciou um movimento de procura de liberdade e defesa do Edward Snowden que é talvez uma das pessoas mais patrióticas que podemos conhecer, ao contrário do que as políticas e polícias dos Estados Unidos tentam incutir ao povo. Infelizmente essas políticas não vão mudar e os Estados Unidos querem a toda a força acusá-lo e puni-lo de, provavelmente, terrorismo. Por esse motivo, Edward Snowden quer apenas viajar para a América Latina e viver um asilo merecido, que por exemplo o Assange ainda não conseguiu.
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 2.5 Brazil License.