Blog comprometido com as mais diversas lutas sociais do planeta, particularmente, o que diz respeito a luta pelo socialismo, a ampliação do uso dos software livre Gnu/Linux na busca pela expansão de nossa inteligência coletiva e da cultura livre, além da batalha pela melhoria das condições de vida da população brasileira, sobretudo, do povo negro.

domingo, 13 de março de 2016

A Onda, o filme baseado em fatos reais e o filme alemão


Nossos jovens desinformados e despolitizados infelizmente são presas fáceis para oportunistas e maquiavélicos políticos como Bolsonaro. Só a boa e qualificada informação pode esclarecer o que vem acontecendo. Em 2001, logo após o 11 de setembro, o governo americano convidou os estúdios de cinema americanos para uma reunião em que George Bush lhes pediu a produção de filmes que justificassem, os ataques aos povos muçulmanos do Oriente Médio.

Com isso todos os heróis dos quadrinhos vieram para as telas de cinema: Batman, Capitão América, Super-Homem, Os Vingadores, etc, todos dourados e potencializados pelos efeitos 3D, mas a força do cinema estadunidense não atingiu apenas aos jovens do "grande irmão do norte", refletiu também em jovens de todo o mundo. No Brasil, temos toda uma geração que envolta nesta névoa e que se deixa levar por este discurso que tem no fascismo sua conclusão. Aqui, José Padilha complementou a obra norte-americana, produzindo a excrescência que é "Tropa de Elite 1", e embora tenha feito "Tropa de Elite 2" o mal maior já havia sido feito. Resultado, temos uma grande parte de nossa geração mais recente impregnada de estímulos e ações violentas e insanas, prontos para punir aos mais pobres e negros, assim como os mariners fazem com a populaçao afegã e iraquiana.

Por isso, meus meninos, os meninos do Brasil, clamo que ganhem algum tempo assistindo estas obras para que tentemos impedir algo que já foi gestado, o ovo da serpente.


Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 2.5 Brazil License.